Maduro lança “caça às bruxas” contra a Maçonaria

A maçonaria venezuelana também está sendo vítima da perseguição do regime Nicolás Maduro, particularmente após a morte de Óscar Pérez, o piloto rebelde morto em uma operação militar questionada pela oposição e por organizações de direitos humanos.

Uma Loja Maçônica venezuelana no sul do país condenou ontem a operação em que Pérez morreu. “Eles têm uma caça às bruxas contra a maçonaria, invadindo várias Lojas, descifrando nossos mistérios”, disse Eliezer González, VM da  Southeast Lodge em Guayana, para o jornal digital Crónica Uno.

Gonzalez disse que Pérez era maçom e inicio-se na cidade de Guayana, e condenou as incursões que a Direção Geral de Contra-Inquérito Militar realizou para localizar o piloto rebelde.

No protesto contra a operação que terminou com a morte de Pérez e outras seis pessoas de seu grupo, representantes de várias lojas venezuelanas rejeitaram essa ação policial qualificada por grupos de direitos humanos de “execução extrajudicial”.

Fonte: Jornal El País

Receba gratuitamente o Ebook Maçonaria ao Alcance de Todos e o boletim semanal de atualizações sobre a Maçonaria Brasileira

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

14 + 13 =