Saber dizer NÃO

O ‘não’ é, muitas vezes, interpretado como sinônimo de rispidez e insensibilidade. Apesar de sua direta negatividade, o ‘não’, se bem empregado, pode ser favorável e gerar bons resultados profissionais e pessoais. Esse é o chamado “não positivo”.

Essa denominação decorre do fato de que uma das principais fontes dos conflitos humanos destrutivos é a incapacidade de dizer ‘não’. Esse hábito é muito comum, mas as pessoas costumam se queixar de não conseguir dizer ‘não’ quando desejam e sabem ser necessário. O ato de dizer ‘não’, portanto, deve ser aprendido e colocado em prática.

Ser assertivo é também saber dizer “não”. Veja 10 dicas:

1. Primeiramente, reflita se o “não” é realmente necessário naquele momento específico;

2. Não confunda ser assertivo com ser agressivo: não repreenda as pessoas apenas porque elas não agem de acordo com sua vontade. Essa atitude é pouco assertiva;

3. Não utilize o tom de crítica ao falar: apenas expresse como o comportamento de determinada pessoa o deixou desconfortável e sugira uma maneira alternativa de se comportar;

4. Explique e fundamente o seu “não”, para levar o outro a entender seus motivos;

5. Fale de maneira firme (mas não brava), sem hesitações, para deixar claro que o assunto é importante, evitando assim risadas ou comentários que possam minimizar a importância do fato;

6. Não demonstre sinais de nervosismo (esfregar nervosamente as mãos, desviar os olhos do interlocutor, cruzar e descruzar as pernas) ou descontrole emocional (gritar ou falar com a voz embargada);

7. Não se porte como vítima e nem utilize artifícios emocionais, como choro: Se quiser ser respeitado e ouvido, seja firme e mostre que o seu “não” tem um motivo;

8. Planeje a forma de dizer “não”: procure escolher palavras que levem em conta os sentimentos do outro e não apenas os seus;

9. Escolha o lugar certo: Quanto mais reservado for o lugar da conversa, maiores serão as chances de sucesso;

10. Exercite o “não” assertivo inicialmente em situações mais simples, com pessoas mais próximas, pois as consequências podem ser menos graves do que com pessoas desconhecidas ou do ambiente de trabalho. Simplesmente fugir do “não”, acomodar-se em conversas superficiais, evitando esclarecer situações que o incomodam, é só uma forma de adiar o confronto que poderá ocorrer no futuro.

Embora “dizer não” possa causar um desconforto momentâneo, os resultados da comunicação assertiva projetarão sua imagem e sua personalidade de maneira muito mais positiva. Lembre-se de que o “não” positivo de hoje pode trazer inúmeros benefícios e muitos “sim” no futuro.

Receba gratuitamente o Ebook Maçonaria ao Alcance de Todos e o boletim semanal de atualizações sobre a Maçonaria Brasileira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

five × one =